19/11/2012

O Jardim de Letícia - Uma garota chamada sofrimento

16 anos de caos e confusão
Por Marco Buzetto

ADENDO:

Esta história é baseada em fatos reais. O nome da garota será preservado, assim como quaisquer informações descritas nesta história. Chamaremo-na, então, Letícia.
Sendo assim, qualquer semelhança que venha a se encontrar neste texto será mera coincidência.
 
Parte VIII


Para seus pais, Letícia não passava de uma garota comum. Uma menina bonita, que possivelmente possuía seus admiradores. Mas nunca, absolutamente nunca a imaginavam como uma meretriz. Apesar das putas cobrarem pelo serviço, e Letícia não. Pois, para Letícia aquilo não era profissão, como já entendemos; era orgulho, prazer puro, vontade... Uma vontade recoberta de pecado e impunidade. E seus pais não faziam a menor idéia do que acontecia em sua casa quando estes não estavam. Ah se os lençóis da cama de sua mãe falassem. Ah se as cortinas e o sofá, a mesa da cozinha e os azulejos do banheiro falassem. O mundo descobriria uma nova garota. Pais e mães acorrentariam seus filhos.

Eu só posso pedir desculpas por tanta sinceridade. Porém, sinceridades que compõe a realidade. Eu gostaria de estar errado, mas não estou. E os pais desta garota, coitados... Eles imaginam sua filha com a pureza de uma jovem; como a melodia de um piano.

(continua na Parte IX)