04/12/2012

O Jardim de Letícia - Uma garota chamada Sofrimento

16 anos de caos e confusão
Por Marco Buzetto

ADENDO:

Esta história é baseada em fatos reais. O nome da garota será preservado, assim como quaisquer informações descritas nesta história. Chamaremo-na, então, Letícia.
Sendo assim, qualquer semelhança que venha a se encontrar neste texto será mera coincidência.


Parte XI

Quebrando todos os paradigmas positivos, Letícia continua seu romance com o perigo, transando com deus e o mundo. Ela sabe, e todos os que transaram com ela também. Mas, qual é o problema? Uma garota não pode se libertar das amarras? Letícia não podia quebrar os padrões de “boa moça” impostos pela sociedade? Onde estavam as verdades? Por que o sexo não podia servir como uma válvula de escape para uma garota com seus 16 anos e hormônios feitos vulcões em erupção? O que seria melhor que isso? O que seria melhor que o veneno do prazer correndo por suas veias, sua boca e seu ventre? O que seria melhor do que o prazer escorrendo por suas pernas?

Algumas pessoas lêem, outras lutam; algumas estudam, outras ajudam uns aos outros. Porém, o que há de errado em uma garota, no auge de suas vontades, matar o tempo ocioso com atos marginais, completamente contra a lei, com homens juramentados?


(continua na Parte XII)