05/09/2011

Resenha da Mostra Contraste Imaginário (imagens em breve)

Nos dias 2, 3 e 4 de setembro de 2011 o Coletivo CULTURAMA realizou em Monte Alto-SP a 1ª Mostra de Artes da cidade, intitulada Contraste Imaginário. Oito expositores com estilos distintos e originais mostraram seu trabalho no Anfiteatro municipal durante os três dias de atividade.

As variações e estilos artísticos fizeram jus ao tema proposto pelo título da mostra. Pois, o contraste entre telas acadêmicas, pinturas pop, estilizações, toy art, fotografias e artes plásticas, além de obras instantâneas realizadas durante a mostra, fez com que as mais de 100 pessoas que visitaram o local comentassem cada obra apresentada. Além dos comentários, a frase de uma visitante nos deixou contentes: “se a intenção foi de fazer com que as pessoas saíssem daqui contrastadas, então o tema da mostra cumpriu a função”.

Além da exposição com obras de estilos variados, a mostra ContrasteImaginário contou com a apresentação de pirofagia e malabarismo na sexta-feira, fazendo todo o público presente permanecer de boca aberta e com a atenção aflorada a cada bafejada flamejante de Tatiane Cola.

Um dos estilos que mais chamou a atenção do público fora criado pelo artista plástico Iron V. King da cidade de Guariba-SP. Suas personagens criadas com fita crepe, com mais de 1 metro de altura, abrem as portas para um novo gênero artístico: a Arte Crepe. Um pouco de androgenia e horror show compõe, com maestria, obras plásticas de deixar qualquer um, no mínimo, chocado e ao mesmo tempo deslumbrado com o trabalho.

Alguns pontos fundamentais da mostra, também, foram os grupos de debate. No sábado, o fotógrafo e jornalista Luis Felipe Nunes conversou com o público presente sobre técnicas e origens da fotografia. Uma palestra esclarecedora e muito curiosa.

No domingo, foi a vez de Fernanda Berganton (psicóloga) e André Papa (professor de Artes, pintor pop e artista plástico) comporem o grupo de debate sobre Arte e Cultura Artística. A interação do público presente com os palestrantes fora automática. Um grupo de debate recheado de sim, não, talvez e por quês, que esquentou o sangue do pessoal.

O encerramento da Mostra aconteceu às 22h do domingo, 04/07, com pedidos para que a mesma seja realizada novamente de maneira mensal. Está aí uma coisa para se pensar.

A todos os participantes e expositores da Mostra, o Coletivo CULTURAMA agradece, assim como a todos os envolvidos direta e indiretamente para a realização do evento.